Dano da Segunda Morte - Trevas Exteriores

|





Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte. Apocalipse 2:11

Antes de começar é preciso dizer que para entendermos o assunto Dano da Segunda Morte precisamos estar cientes de que a salvação não se perde. É preciso estarmos inteirados deste assunto para podermos seguir adiante no presente estudo.

Continuando....

Precisamos entender que Deus nos chamou enquanto estávamos no mundo para termos vida eterna.

Uma vez que atendemos este chamado, então Ele nos faz outro convite, que é o de participarmos do seu Reino, o Reino de Deus, o Reino dos Céus, o Reino Milenar.

Assim como nem todos os homens(humanidade) atendem o primeiro convite, assim também nem todos os salvos atendem o segundo convite, pois mesmo que Jesus não tenha voltado, sabemos que muitos não atenderão ao segundo convite.

Então, temos que discernir uma coisa crucial para o estudo.

Reinos dos Céus é a mesma coisa que Reino Milenar.

Infelizmente a grande maioria tem um entendimento que Reino dos Céus se trata da Eternidade ou algo do tipo, por causa da palavra CÉUS, mas é preciso atentar que se trata do Reino DOS Céus e não NOS Céus.

Quando Jesus voltar, Ele estabelecerá o Reino dos Céus aqui na terra.

Não é à toa que Ele já pregava em sua primeira vinda que o Reino dos Céus havia chegado:

Desde esse tempo começou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus. Mateus 4:17

Todavia sabemos que o Reino dos Céus tem duas etapas.

A interior e a exterior.

Hoje quem aceita Jesus, vive o Reino dos Céus em seu Espírito, pois Cristo já reina sobre tal pessoa.

Mas amanhã, o Reino dos Céus será não só para os salvos mas para todos, de maneira que hoje o Reino dos Céus é para a Igreja, e amanhã, será para o Mundo.

O sétimo anjo tocou a trombeta. Houve grandes vozes no céu, dizendo: O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e de seu Cristo, ele reinará pelos séculos dos séculos. Apocalipse 11:15

E a prova definitiva que o Reino dos Céus exterior ainda não veio, temos em Mateus, onde o Reino dos Céus está associado com galardão:

Bem-aventurados os que têm sido perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois, quando vos injuriarem, vos perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa.
Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que existiram antes de vós.
Mateus 5:10-12

E já que falamos em galardão, é dito na segunda carta aos coríntios que receberemos pelo que fizermos em nossos corpos:

Pois é necessário que todos sejamos descobertos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba o que fez por meio do corpo, conforme o que praticou, o bem ou o mal. 2 Coríntios 5:10

E na primeira carta aos mesmos, é detalhado melhor este evento:

Segundo a graça de Deus, que me foi dada, lancei o fundamento como sábio construtor; e outro edifica sobre ele. Porém veja cada um como edifica sobre ele.
Pois ninguém pode pôr outro fundamento senão o que foi posto, que é Jesus Cristo.
Contudo se alguém edifica sobre o fundamento um edifício de ouro, de prata, de pedras preciosas, de madeira, de feno, de palha, manifesta se tornará a obra de cada um; pois o dia a demonstrará, porque ele é revelado em fogo; e qual seja a obra de cada um, o próprio fogo o provará. Se permanecer a obra do que a sobreedificou, esse receberá recompensa; se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele dano; mas o tal será salvo, todavia como através do fogo.
Não sabeis que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?
Se alguém destrói o santuário de Deus, Deus o destruirá; pois o santuário de Deus, que sois vós, santo é. 
1 Coríntios 3:10-17

Analisando o trecho acima, passo a passo:

Ora, se edificamos sobre ELE, Jesus, é porque obviamente somos salvos, do contrário, não faria sentido.

Pois ninguém pode pôr outro fundamento senão o que foi posto, que é Jesus Cristo.
Contudo se alguém edifica sobre o fundamento um edifício de ouro, de prata, de pedras preciosas, de madeira, de feno, de palha, manifesta se tornará a obra de cada um; pois o dia a demonstrará, porque ele é revelado em fogo; e qual seja a obra de cada um, o próprio fogo o provará.
1 Coríntios 3:11-13


Sabemos que ouro, prata e pedras preciosas passam pelo fogo sem sofrer danos, ou seja, simbolizam obras aprovadas:

Ouro nos remete a natureza de Deus; Prata nos remete a Jesus(redenção), pois o Mesmo foi vendido por 30 moedas de prata; e Pedras Preciosas são as obras do Espírito Santo em nossas vidas, se permitirmos que assim Ele as faça, afinal somos pedras brutas que precisam ser lapidadas.

Por outro lado, sabemos que madeira, feno e palha são consumidos pelo fogo, de maneira que simbolizam obras reprovadas.

Se permanecer a obra do que a sobreedificou, esse receberá recompensa; 1 Coríntios 3:14

Aqui fica claro que o salvo receberá galardão somente se sua obra permanecer.

se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele dano; mas o tal será salvo, todavia como através do fogo. 1 Coríntios 3:15

E aqui temos o x da questão, pois é dito que se a obrar se queimar, o mesmo sofrerá dano, mas ainda assim ele não perderá a salvação.

Então temos 2 perguntas:

1-Que Dano é este?

2-Como ele continuará salvo?

No livro de Apocalipse, vemos com clareza que nas cartas que Jesus escreve às sete Igrejas da Ásia, há vencedores e não vencedores, sendo que vencedores recebem galardões tais como: comer da árvore da vida; não sofrer o dano da segunda morte; se alimentar do maná escondido e também receber uma pedrinha branca; ter autoridade sobre as nações; receber vestes brancas e não ter o nome apagado no livro da vida; ser coluna no templo de Deus; se assentar no Trono de Jesus.

Entre os galardões citados, destaquei um que é o de não sofrer o dano da segunda morte.

Ora, sabemos que a segunda morte se trata do lago de fogo e enxofre:

A morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. Apocalipse 20:14

E sabemos também que a segunda morte tem como tarefa fazer perecer o que nele for jogado:

Não temais aos que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer na geena tanto a alma como o corpo. Mateus 10:28

Lembrando que a palavra GEENA corresponde a Lago de Fogo, ao contrário de HADES que corresponde a sepultura ou região dos mortos, mais conhecido como Inferno como está na maioria das versões bíblicas.

Portanto vemos no versículo acima que o Lago de Fogo faz perecer tanto a alma como o corpo de quem for para lá jogado, incluindo Satanás, seus anjos, a besta, o falso profeta, etc...

Um detalhe importante, é que haverá patamares de sofrimento para estes, pois quem não tiver seus nomes escritos no livro da vida serão julgados conforme, ou segundo, suas obras:

O mar entregou os mortos que nele havia; a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; e cada um foi julgado segundo as suas obras. Apocalipse 20:13

E veremos que alguns casos a palavra faz questão de mencionar que alguns ou vários terão um sofrimento de dia e de noite.

Já sabemos o nome de três deles: Satanás, a Besta e o Falso Profeta...

e o Diabo que os seduzia foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde se acham a besta e o falso profeta.Eles serão atormentados dia e noite pelos séculos dos séculos. Apocalipse 20:10

...assim como outros tantos, os que receberem a marca da besta...

Seguiu-se a estes um terceiro anjo, dizendo em alta voz: Se alguém adora a besta e a sua imagem, e traz a sua marca na testa ou na mão, beberá este também do vinho da ira de Deus, que está preparado, sem mistura, no cálice da sua cólera, e será atormentado em fogo e em enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.
O fumo do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não têm repouso nem de dia nem de noite, aqueles que adoram a besta e a sua imagem, e quem receber a marca do seu nome.
Apocalipse 14:9-11

Dito isto, entendemos então que a segunda morte existe para receber tudo aquilo que tiver impureza.

No caso do galardão, quem apresentar obras de madeira, feno e palha, terão suas obras reprovadas, e tais pessoas sofrerão o dano da segunda morte.

Mas como sabemos que as obras não são coisas materiais, mas sim espirituais que a alma produziu, então a própria alma que sofrerá tal dano.

Para entender isto melhor é preciso ter consciência de uma coisa:

O processo é de dentro pra fora.

E a ordem é: Espírito - Alma - Corpo

Quando aceitamos Jesus, o nosso espírito é reativado e o mesmo está pronto e em sintonia com Deus.

É através do nosso espírito que temos contato com Deus, até porque Ele é Espírito.

Então se inicia o trabalho na alma do salvo, que é onde se dá nossa maior luta, pois é na alma que estão nossos desejos, vontades, etc.

Se a alma estiver pronta naquele DIA, então o corpo será transformado, do contrário não, pois Deus não quebra esta sequência, enquanto a alma não estiver pronta, o corpo não pode ser transformado.

Como diz um trecho de um texto que recebi, enquanto o Ourives não se ver refletido na prata, Ele estará colocando-a no fogo novamente até que aquela prata fique no ponto.

E assim Deus fará com muitos de nós.

Ele nos passará no fogo até que Ele se veja em nós.

Ou deixemos Ele nos passar agora pelo fogo, ou então mais tarde Ele o fará.

Não temos escolha....por que?

Porque somos filhos dEle, e a palavra diz em Hebreus que o Pai corrige ao filho que ama, e que isto é pra disciplina.

e vos tendes esquecido da exortação, que vos é dirigida a vós, como a filhos: Filho meu, não menosprezes a correção do Senhor, Nem te desanimes, quando por ele és repreendido; Pois o Senhor castiga ao que ama, E açoita a todo o filho que recebe.
É para disciplina que sofreis (Deus vos trata como a filhos); pois qual o filho a quem não corrige seu pai? 
Hebreus 12:5-7

Mas alguém poderá alegar que esse açoite é para agora, mas a bíblia explica a própria bíblia:

Mas se aquele servo disser no seu coração: Meu senhor tarda em vir, e começar a espancar os criados e as criadas, a comer, a beber e a embriagar-se,
virá o senhor daquele servo no dia em que não o espera e na hora que ele não sabe, e o cortará pelo meio e lhe dará parte com os infiéis.
Aquele servo, que soube a vontade do seu senhor, e não se preparou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites;
aquele, porém, que não a soube, e fez coisas que mereciam castigos, será punido com poucos açoites. De todo aquele a quem muito é dado, muito será requerido; e daquele a quem muito é confiado, mais ainda lhe será exigido. 
Lucas 12:45-48

De maneira que fica claro pelo trecho acima que esses açoites serão dados somente depois que o Senhor vier.

Portanto, concluímos que enquanto os ímpios são jogados vivos, ou seja, corpo e alma no lago de fogo(vide Mateus 10: 28), os não vencedores irão para tal lugar apenas em alma.

E lá terão suas almas tratadas em definitivo.

Mas conforme a tua dureza e coração impenitente entesouras para ti ira no dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus, que retribuirá a cada um segundo as suas obras: dará a vida eterna aos que, perseverando em fazer o bem, buscam glória, honra e incorrupção; porém haverá ira e indignação para os que são faciosos, e que não obedecem a verdade, mas obedecem a injustiça. A tribulação e a angústia virão sobre toda a alma do homem que obra o mal, do judeu primeiro, depois do grego; Romanos 2:5-9

Podemos concluir também que o fogo citado no trecho referente a distribuição de galardão, se trata do mesmo fogo do Lago de Fogo, e a prova cabal deste fato é que tal lugar já é mencionado em dois momentos:

*Quando a besta e o falso profeta forem para lá jogados.

A besta foi presa e com ela o falso profeta que fez os milagres diante dela, com os quais seduziu aos que receberam a marca da besta e que adoraram a sua imagem; estes dois foram lançados vivos no lago do fogo, que arde com enxofre. Apocalipse 19:20

*Quando acontecer o Julgamento das Nações, que, como todos sabemos, acontecerá após o evento anterior acima descrito.

E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Mateus 25:31-33

Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Mateus 25:41

Podemos agora finalmente entender que o dano da segunda morte, é ter algo queimado por ela, mas não necessariamente ser jogado fisicamente na mesma.

E agora nos resta responder como ser salvo neste processo como que pelo fogo, pois reparem que não é dito que a pessoa será salva pelo fogo mas sim que COMO QUE PELO FOGO:

se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele dano; mas o tal será salvo, todavia como através do fogo. 1 Coríntios 3:15

Ora, quando Jesus se manifestar nos céus, com seus anjos com glória e poder de fogo, as pessoas sofrerão consequências de acordo com suas respectivas condições espirituais.

e a vós que sois atribulados, alívio juntamente conosco, quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder em chama de fogo.
Ele tomará vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao Evangelho de nosso Senhor Jesus, os quais sofrerão a pena, a saber, a perdição eterna, sendo separados da face do Senhor e da glória do seu poder, quando ele vier para ser glorificado em seus santos e para se fazer admirável em todos os que creram (porque foi acreditado o testemunho que vos demos), naquele dia.
Por isso também rogamos sempre por vós, para que o nosso Deus vos julgue dignos da vossa vocação e cumpra com poder todo o desejo da bondade e toda a obra de fé, a fim de que o nome de nosso Senhor Jesus seja glorificado em vós, e vós nele, segundo a graça de nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.
2 Tessalonicenses 1:7-12

Os que estiverem alinhados com a palavra serão transformados, glorificados e consequentemente arrebatados e galardoados, lembrando que a primeira etapa do galardão é ter o corpo glorificado.

Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que,quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. 1 João 3:2

Os que não estiverem alinhados com a palavra além de não serem transformados, serão punidos, barrados de entrar no Reino dos Céus.

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Naquele dia muitos hão de dizer-me: Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres?
Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade.
Mateus 7:21-23

Temos que fazer algumas considerações sobre o trecho acima:

Primeiro, o trecho acima diz que não entrará no Reino, e não na Eternidade, mas infelizmente muita gente confunde isto.

Segundo, as pessoas para chegarem a Jesus naquele Dia com todo aquele cenário, anjos em chama de fogo e etc, não vão inventar ou aumentar coisas, eles fizeram sim tudo aquilo que dirão, expulsaram demônios, profetizaram no nome de Jesus, e etc.

Terceiro, quando Jesus diz NUNCA VOS CONHECI, na verdade está dizendo que nunca manteve relação, intimidade com eles, até porque Jesus como também é Deus, e sabe perfeitamente quem é quem, e seria até estranho entendermos que Ele não conheça a ou b.

(
http://cirozibordi.blogspot.com/
O verbo “conhecer” (gr. gnõskõ), em Mateus 7.23, diz respeito a relacionamento aprovador, e não a conhecimento, no sentido usual e comum. A construção frasal, no original, denota: “Nunca aprovei a vossa obra”, “Nunca reconheci a vossa obra” ou “Nunca dei crédito ao vosso trabalho”.)

Portanto o trecho bíblico acima mostra claramente que muitos salvos não entrarão no Reino dos Céus.

A Bíblia nos mostra alguns exemplos, em forma de parábolas, sobre como seria este dano da segunda morte, algumas citando as Trevas Exteriores.

Digo-vos que muitos virão do oriente e do ocidente, e hão de sentar-se com Abraão, Isaque e Jacó no reino dos céus; mas os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá o choro e o ranger de dentes. Mateus 8:11-12

Reparem que quem são lançados nas trevas exteriores são os filhos do reino, portanto, salvos.

Pois é assim como um homem que, partindo para outro país, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens: a um deu cinco talentos, a outro dois e a outro um, a cada qual segundo a sua capacidade; e seguiu viagem.
O que recebera cinco talentos, foi imediatamente negociar com eles e ganhou outros cinco; do mesmo modo o que recebera dois, ganhou outros dois.
Mas o que tinha recebido um só, foi-se e fez uma cova no chão e escondeu o dinheiro do seu senhor.
Depois de muito tempo voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles.
Chegando o que recebera cinco talentos, apresentou-lhe outros cinco, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; aqui estão outros cinco que ganhei.
Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel, já que foste fiel no pouco, confiar-te-ei o muito; entra no gozo do teu senhor.
Chegou também o que recebera dois talentos, e disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; aqui estão outros dois que ganhei. 
Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel, já que foste fiel no pouco, confiar-te-ei o muito, entra no gozo do teu senhor.
Chegou por fim o que havia recebido um só talento, dizendo: Senhor, eu soube que és um homem severo, ceifas onde não semeaste, e recolhes onde não joeiraste; e, atemorizado, fui esconder o teu talento na terra; aqui tens o que é teu.
Porém o seu senhor respondeu: Servo mau e preguiçoso, sabias que ceifo onde não semeei, e que recolho onde não joeirei? devias, então, ter entregado o meu dinheiro aos banqueiros e, vindo eu, teria recebido o que é meu com juros.
Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem os dez talentos;
porque a todo o que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem, ser-lhe-á tirado.
Ao servo inútil, porém, lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá o choro e o ranger de dentes.
Mateus 25:14-30

Na parábola acima, fica claríssimo que se trata da entrega ou não de galardão.

E reparem também que quem é lançado nas trevas exteriores se trata de um servo, inútil, mas servo.

Na parábola a seguir, vale a pena intercalar alguns comentários para que se entenda a mesma satisfatoriamente:

O reino dos céus é semelhante a um certo rei que celebrou as bodas de seu filho;

Deus celebrando o casamento de Seu Filho, Jesus.

E enviou os seus servos a chamar os convidados para as bodas, e estes não quiseram vir.
Quando Jesus esteve entre eles, judeus, eles O rejeitaram, recusando assim o convite.

Depois, enviou outros servos, dizendo: Dizei aos convidados: Eis que tenho o meu jantar preparado, os meus bois e cevados já mortos, e tudo já pronto; vinde às bodas.
Eles, porém, não fazendo caso, foram, um para o seu campo, outro para o seu tráfico;
E os outros, apoderando-se dos servos, os ultrajaram e mataram.

Os primeiros cristãos pregando o evangelho aos judeus, mas muitos foram mortos conforme nos relata Atos dos Apóstolos.

E o rei, tendo notícia disto, encolerizou-se e, enviando os seus exércitos, destruiu aqueles homicidas, e incendiou a sua cidade.

Deus se ira, e envia o exército romano em 70 d.c. para destruir aquela geração e incendiar sua cidade, Jerusalém.

Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos. Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes. 
E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados.

Então finalmente o evangelho da graça é pregado a todos os gentios, mesmo bons como maus, pois o evangelho da graça não exige que a pessoa seja má ou boa(até aquele momento) quando aceitar o mesmo. 

E o rei, entrando para ver os convidados, viu ali um homem que não estava trajado com veste de núpcias.

As vestes nupciais representam as obras aprovadas, e tais obras são representadas pelo LINHO FINO:

Alegremo-nos e exultemos, e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e sua esposa já se preparou, e foi-lhe permitido vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Pois o linho finíssimo são os atos da justiça dos santos. Apocalipse 19:7-8

Portanto, como já sabemos nem todos terão tais vestes.

E disse-lhe: Amigo, como entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu.
Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.

Reparem um detalhe importante, ele foi convidado sim para estar nas bodas, porém ele foi retirado de tal lugar não porque não foi convidado, mas sim por não ter uma veste adequada.

Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.
Mateus 22:2-14
O versículo acima é muitas vezes interpretado de forma equivocada, ele não diz que muitos serão chamados e poucos aceitarão o chamado...não!

Ele diz que muitos serão chamados, e entre os chamados, poucos serão escolhidos, ou seja, muitos são chamados a salvação, porém poucos ganharão galardão.

Portanto vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; mas considerai que se o dono da casa tivesse sabido a que hora da noite havia de vir o ladrão, teria vigiado e não haveria deixado arrombar a sua casa.
Por isso estai vós também apercebidos; porque a hora que não pensais, virá o Filho do homem. Quem é, pois, o servo fiel e prudente, ao qual o seu senhor confiou a direção da sua casa, para que a tempo dê a todos o sustento? Feliz aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar assim fazendo.
Em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens.
Mas se aquele servo, sendo mau, disser no seu coração: Meu senhor demora-se,
e começar a espancar os seus companheiros, e a comer e beber com os ébrios, virá o senhor daquele servo no dia em que este o não espera e na hora que não sabe, e cortá-lo-á pelo meio e pô-lo-á com os ímpios; ali haverá o choro e o ranger de dentes.
Mateus 24:42-51

Reparem que este servo que é cortado e excluído, é servo também do mesmo Senhor.

Um homem perguntou-lhe: Senhor, são poucos os que se salvam?
Respondeu-lhes: Porfiai em entrar pela porta estreita, porque vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão. Quando o dono da casa se tiver levantado e houver fechado a porta, e vós, do lado de fora, começardes a bater, dizendo: Senhor, abre-nos a porta; e ele vos responder: Não sei donde sois; então começareis a dizer: Nós comemos e bebemos na tua presença, e tu ensinaste nas nossas ruas.
Ele vos dirá: Não sei donde sois; retirai-vos de mim todos vós os que praticais a iniqüidade. Ali haverá o choro e o ranger de dentes, quando virdes no reino de Deus Abraão, Isaque, Jacó e todos os profetas, e vós excluídos dele.
Muitos virão do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e hão de sentar-se à mesa no reino de Deus. Últimos há que serão primeiros, e primeiros que serão últimos.
Lucas 13:23-30

Reparem que é feita uma pergunta para Jesus, mas ELE acaba respondendo algo um pouco diferente, pois perguntaram se poucos são os que salvam, ELE porém diz que é para porfiar (insistir) por entrar pela porta estreita. 

Bem, sabemos que a salvação é pela graça, logo a porta estreita não é a salvação em si, mas sim o reino, que sabemos que poucos serão os escolhidos.

A prova disto é que o trecho acima termina dizendo que os últimos serão os primeiros, e os primeiros últimos, ou seja, eles perdem o privilégio da posição, mas não ficam de fora completamente.

Lembrando também que este trecho de Lucas é o mesmo de Mateus 8:11-12, onde é dito que os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores.

Para se entender um pouco melhor esta questão de se assentar à mesa no reino de Deus, vamos analisar uma outra passagem:

Quando fores por alguém convidado para um casamento, não te sentes no primeiro lugar; para não suceder que seja por ele convidada uma pessoa mais considerada do que tu e, vindo o que te convidou a ti e a ele, te diga: Dá o lugar a este. Então irás envergonhado ocupar o último lugar.
Pelo contrário quando fores convidado, vai tomar o último lugar; para que, quando vier o que te convidou, te diga: Amigo, senta-te mais para cima. Então isto será para ti uma honra diante de todos os mais convivas.
Pois todo o que se exalta, será humilhado; mas todo o que se humilha, será exaltado.
Lucas 14:8-11

Portanto fica claro que os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos citado em Lucas 13:30, e que o texto se refere somente a salvos, todavia uns serão exaltados e outros humilhados.

Para finalizar o tema, vamos ver se há algum versículo que nos mostre que as pessoas que forem jogadas nas trevas exteriores serão liberadas posteriormente:

Pois vos digo que se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

Primeiro, temos que enfatizar mais uma vez que Reino dos Céus trata-se do Milênio, ou Reino Milenar.

Tendes ouvido que foi dito aos antigos: Não matarás; e: Quem matar, estará sujeito a julgamento. Mas eu vos digo que todo aquele que se ira contra seu irmão, estará sujeito a julgamento; e quem chamar a seu irmão: Raca, estará sujeito ao julgamento do sinédrio; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito à geena de fogo.

*Lembrando mais uma vez que a palavra GEENA corresponde a Lago de Fogo. No entanto, repare que a pessoa estará sujeita, ou seja, não significa necessariamente que ela será lançada no Lago de Fogo, mas estará sujeita a ele.

Se estiveres, pois, apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares que teu irmão tem contra ti alguma coisa, deixa ali a tua oferta diante do altar, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão, e depois vem apresentar a tua oferta.
Harmoniza-te sem demora com o teu adversário, enquanto está no caminho com ele; para que não suceda que o adversário te entregue ao juiz, o juiz ao oficial de justiça, e sejas recolhido à prisão. Em verdade te digo que não sairás dali, até pagares o último ceitil.
Mateus 5:20-26

Aqui fica claro que se a pessoa tiver algo em sua vida que o desabone, a mesma será lançada na prisão, na verdade Trevas Exteriores, e a mesma não sairá de lá até que pague o último ceitil ou centavo, ou seja, esteja devidamente preparada para se ajuntar aos demais salvos, no caso, os vencedores. 

Temos um clássico exemplo disto.

Pedro negou a Jesus 3 vezes, e depois que Jesus ressuscitou, Ele perguntou a Pedro por 3 vezes se Pedro O amava, ou seja, teve que cobrar até o último ceitil (centavo).

E isto se dará no Juízo Final, quando as pessoas saírem do dano da segunda morte, e então comparecerão ao Grande Trono Branco, e finalmente serão aprovadas, e as mesmas poderão entrar em condições de igualdade com os vencedores.

Mas alguém poderá alegar que o salvo poderá ter o nome ser riscado do livro da vida...

O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. Apocalipse 3:5

É preciso entender o contexto disto.

Em Lucas temos a explicação:

Digo-vos ainda: Todo aquele que me confessar diante dos homens, também o Filho do homem o confessará perante os anjos de Deus; mas o que me negar diante dos homens, será negado perante os anjos de Deus. Lucas 12:8-9

Muitos confundem a passagem acima, mas na verdade a passagem diz que muitos que não tiverem vergonha de Jesus, não O confessando quando necessário, assim também Jesus não os confessará para entrar no Reino.

E consequentemente seus nomes serão riscados, ainda que temporariamente, do livro da vida.

Por isto é dito em Apocalipse 3: 5 que de maneira nenhuma, Ele riscaria os nomes dos vencedores do livro da vida. 

Quem Ele não confessar, terá o seu nome riscado do livro, mas quem Ele confessar, de maneira nenhuma seu nome será riscado.

E pra finalizar, deixo abaixo uma analogia que fiz sobre o assunto:

Uma nova empresa(Reino dos Céus) foi aberta na cidade(Terra), e foram recrutados(convertidos) vários funcionários para trabalharem na mesma, e todos tiveram seus nomes escritos no livro de registro(livro da vida) da empresa.

Todos foram inseridos num treinamento(vida atual) para aprendizado das coisas da empresa(Reino).

Porém no dia da inauguração(Reino Milenar), nem todos estavam prontos(estatura do varão perfeito - Efésios 4:13), infelizmente, poucos estavam aptos(Muitos serão chamados, mas poucos os escolhidos).

Então o que aconteceu?

Na festa da inauguração(Bodas do Cordeiro), assim como todo aquele período inicial das atividades da mesma(Milênio), apenas os aprovados(vencedores) estavam trabalhando(reinando) na empresa, de maneira que apenas eles mantiveram os seus nomes escritos no livro de registro da mesma.

Os outros(não vencedores) tiveram o desprazer de terem seus nomes apagados do livro de registro da empresa(Apocalipse 3:5) , pois tiveram que passar por um processo de reforço de treinamento(trevas exteriores), algo mais rígido(dano da segunda morte).

E enquanto os aprovados executavam seus trabalhos, usufruindo de todos os benefícios da empresa, os outros além de darem duro neste período, não puderam participar da festa de inauguração e nem deste período inicial de atividades.

Mas ao fim deste segundo treinamento forçado(Juízo Final), eles estavam em condições de igualdade com os demais colegas, e tiveram seus nomes inscritos novamente no livro de registro e finalmente puderam entrar em definitivo(Eternidade) para a empresa.


Em Tempo: Há um trecho no livro de Salmos que resume e confirma todo o estudo acima:

Se seus filhos abandonarem a minha lei, E não andarem nos meus juízos; Se violarem os meus estatutos, E não guardarem os meus mandamentos; Então com a vara punirei as suas transgressões, E com açoites a sua iniqüidade. Porém não lhe retirarei de todo a minha benignidade, Nem desmentirei a minha fidelidade. Não violarei a minha aliança, Nem alterarei o que os meus lábios proferiram. Salmos 89:30-34

Escrito por:
Marcelo Mdo

Retirado de: 
https://www.facebook.com/notes/o-princ%C3%ADpio-e-o-fim/dano-da-segunda-morte-trevas-exteriores/1413328345569911

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009 Nazireus Gaditas | Template Blue by TNB